O Sanitarista

Saiba mais sobre este profissional preparado para atuar em qualquer área do Sistema Único de Saúde.

Uma das maiores dificuldades da área da Saúde é encontrar profissionais aptos para atuar em níveis estratégicos e táticos, ou seja, áreas que não prestam atenção direta ao paciente. A formação técnica direcionada para o nível gerencial dos serviços e o reconhecimento de suas especificidades são aspectos fundamentais para a otimização de ações em saúde e qualificação no processo de trabalho de toda equipe. A efetividade no setor saúde depende da interdisciplinaridade e integração entre gestão e assistência, tendo como centro a integralidade do usuário no serviço de saúde.
Para que a organização possa realizar isto, o Coletivo de Sanitaristas graduados e graduandos do Curso de Bacharelado em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e a Comissão de Graduação em Saúde Coletiva – ComGrad COL, apresentam as habilidades e competências destes profissionais para a possibilidade de ingresso no Quadro Profissional desta organização.

 

Quem é e o que faz o Sanitarista?

Sanitaristas são profissionais de nível superior que atuam em diversas atividades nos sistemas e serviços de Saúde no Brasil desde muitas décadas. Os Sanitaristas, anteriormente, realizavam suas formações apenas em nível de pós-graduação (Especializações, Mestrado e Doutorado).

A partir de  2009, o cenário modificou-se e diversas universidades brasileiras criaram o curso em nível de graduação. A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) é referência nacional na área e vem formando profissionais Sanitaristas que estão aptos a entrarem no mercado de trabalho.

Além disso, em 11 de Março de 2013, com a Portaria N° 256 do Ministério da Saúde, Art. 5°, passou a contar, na Tabela de Classificação Brasileira de Ocupações utilizada no SCNES, a CBO provisório 1312-C1-SANITARISTA.

Atuação do Sanitarista

A formação do Sanitarista permite atuações de natureza interdisciplinar, tendo em vista o gerenciamento e execução de sistemas por meio dos seguintes núcleos identitários: Epidemiologia, Ciências Sociais em Saúde, Políticas Públicas, Planejamento, Gestão e Avaliação em Saúde, Promoção e Educação em Saúde, Vigilância em Saúde, Saúde Ambiental, Saúde da Família, Saúde do Trabalhador e Saúde Mental. Para melhor entendimento e para que você possa identificar se o Sanitarista pode fazer parte de sua instituição, veja as habilidades do Sanitaristas de forma mais detalhada.

 

Um profissional completo para uma área complexa

Gerenciamento e coordenação de equipes multiprofissionais e interdisciplinares

Os sanitaristas estão aptos a coordenar, orientar, executar ou fazer executar, sob sua supervisão direta, equipes multiprofissionais e interdisciplinares nas áreas de: desenvolvimento tecnológico; gerência de serviços e da gestão; planejamento e desenvolvimento institucional e ambulatorial na assistência; atividades administrativas, conforme os planos estabelecidos e a política adotada pela instituição; recursos humanos, administrativos, financeiros, orçamentários, materiais e equipamentos; políticas públicas; atividades de regulação e auditoria em saúde; vigilâncias epidemiológica, sanitária e ambiental e em saúde do trabalhadoreducação e promoção em saúde; emitir laudos e pareceres técnico-científicos.

Planejamento baseado em coleta de dados e análise da Situação de Saúde

O Sanitarista é capacitado  para coletar e analisar dados para planejar e programar as ações que serão executadas. Dentre suas atribuições, estão: realizar estudos sobre o desenvolvimento, organizacional e operacional, propondo métodos gerais  de organização institucional e análise do trabalho; pesquisar ou coordenar a realização de estudoslevantamentos de dados e elaboração de propostasprojetos e programas; planejar e analisar políticas públicas e ações na área da saúde e da educação permanente em saúde; realizar diagnósticos e vistorias na área de saúde coletiva/saúde pública.

Comunicação e fluxos de informação interna e externa

Para o bom funcionamento da comunicação, o Sanitarista está apto a: elaborar informes e boletins, internos e externos; coletar dados, planejar, monitorar, editar, redigir, condensar e avaliar atividades de ouvidoria, de educação popular e comunicação em saúde, de promoção da saúde e de informação em saúde, conforme o planejamento da organização.

Promoção e Prevenção da saúde

O Sanitarista está apto a planejar, coordenar, avaliar e participar de atividades de promoção da educação no âmbito da saúde; ministrar cursos, conferências, palestras e simpósios na sua área de atuação e viabilizar ações de Educação Permanente e Continuada nas instituições.